Velho Testamento escrito por demônios?

[Estudo – Refutação]

Confrontação de alguns ensinos que estão sendo propagados pela Internet nesses dias.


90% dos textos do Velho Testamento foram escritos por demônios

Alguns grupos pelas redes sociais estão disseminando alguns ensinos relativos a confrontações de vários episódios descritos no Antigo Testamento, onde se percebe que esses ensinos, são claramente tendenciosos, e vem ganhando força nesses últimos dias pela internet, sendo pessoas das quais pretendem gerar descrédito sobre vários escritos e histórias do chamado Antigo Testamento bíblico.

Essas pessoas colocam que Deus, o mesmo que se dirigiu a Salomão e a Moisés por exemplo, era um deus falso, e que se manifestou a estes como um “deus” falso, considerando então, como uma espécie de personificação do Diabo, o qual conduziu ao erro por diversas vezes, algumas personagens citadas na história de Israel.

Esses grupos, também defendem a ineficácia ou a ilegitimidade de igrejas que funcionam como denominações, pregando um discurso forçado sobre diversas interpretações, como o exemplo citado acima de Salomão, filho de Davi, o qual é interpretado que o mesmo teve um desejo equivocado em construir o templo.

Abaixo segue alguns textos, os quais são muito usados por eles para defenderem as teses desses ensinos:

Então falou Salomão: O Senhor disse que ele habitaria nas trevas.

Certamente te edifiquei uma casa para morada, assento para a tua eterna habitação. 1 Reis 8:12,13

E esta é a mensagem que dele ouvimos, e vos anunciamos: que Deus é luz, e não há nele trevas nenhumas. 1 João 1:5

E Salomão lhe edificou casa; Mas o Altíssimo não habita em templos feitos por mãos de homens, como diz o profeta:

O céu é o meu trono,e a terra o estrado dos meus pés. Que casa me edificareis? diz o Senhor, ou qual é o lugar do meu repouso?

Porventura não fez a minha mão todas estas coisas?

Homens de dura cerviz, e incircuncisos de coração e ouvido, vós sempre resistis ao Espírito Santo; assim vós sois como vossos pais. Atos 7:47-51

O Deus que fez o mundo e tudo que nele há, sendo Senhor do céu e da terra, não habita em templos feitos por mãos de homens. Atos 17:24

Jesus respondeu, e disse-lhes: Derribai este templo, e em três dias o levantarei.

Disseram, pois, os judeus: Em quarenta e seis anos foi edificado este templo, e tu o levantarás em três dias?

Mas ele falava do templo do seu corpo. João 2:19-21

Não sabeis vós que sois o templo de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós? 1 Coríntios 3:16

Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? 1 Coríntios 6:19

Então ouvi outra voz do céu que dizia: “Saiam dela, vocês, povo meu, para que vocês não participem dos seus pecados, para que as pragas que vão cair sobre ela não os atinjam! Apocalipse 18:4

Pessoas que disseminam esses estudos e interpretações, têm em si como intuito maior, o de contestar a existência de instituições religiosas, onde acabam sendo tão desonestos com textos bíblicos, quanto daqueles que fazem parte do sistema denominacional, pois saem do contexto das denominações, e trazem consigo o pior costume cultural que o sistema denominacional ensina, que é impor certas doutrinas como verdade única e absoluta. E chegam até a colocar inferências anexadas a textos bíblicos descontextualizados. Outro problema é quando a pessoa chega convencida de si, e que é uma portadora do pleno conhecimento da verdade, onde todos os demais são neófitos, presos na escuridão do desconhecimento.

Em relação a deturpação do evangelho é fato sim, que a igreja tomou rumos tortuosos, e a construção da espiritualidade durante a história se perdeu muito, mas não podemos atribuir a culpa às pessoas que aprenderam errado, sendo que a doutrina de suas instituições, sofreram infiltrações perniciosas de falsos ensinos.

Portanto, cabe a nós como igreja hoje, combater o combate proposto a que tem o ministério de apologética e discernimento de espíritos (1 Co 12:10), para assim possamos conseguir aos poucos trazer de volta o evangelho puro e simples à igreja, e não tratar de demonizar todas as formas de espiritualidade do povo cristão, que foi recebendo ensinos carregados de doutrinas e fábulas, as quais foram infiltradas ao longo dos anos por demônios, e que também foi profetizado pelos apóstolos, tudo o que vem ocorrendo com a cristandade.

E também houve entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá também falsos doutores, que introduzirão encobertamente heresias de perdição, e negarão o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina perdição.

 

E muitos seguirão as suas dissoluções, pelos quais será blasfemado o caminho da verdade.


E por avareza farão de vós negócio com palavras fingidas; sobre os quais já de largo tempo não será tardia a sentença, e a sua perdição não dormita. 2 Pedro 2:1-3

O texto acima, mostra claramente que o engano e a deturpação do evangelho, seria uma realidade na história da igreja. Sendo assim, vamos através da renovação da nossa mente (Rm 12:2), sermos os sinceros (1 Co 11:19) desse tempo, e nos manifestar diante destes ensinos carregados de apelações humanas e com os sinais da operação do erro.

Reflita!

 

Compartilhe
Share on Facebook0Tweet about this on Twitter0Share on Google+0Email this to someone

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *